quinta-feira, maio 26, 2011

FIM DE TARDE...

No fim da tarde, nossa mãe aparecia nos fundos do quintal : Meus filhos, o dia já envelheceu, entrem pra dentro.


Manoel de Barros

4 comentários:

  1. Oi, Laurinha
    Sabe, quase postei essa frase em dos blogs no Dia das Mães. Achei simplesmente sensasional, verdadeiro resumo de uma infância numa cidade do interior!
    Depois dê um pulinho lá no Amadeirado para pegar o selo "500 corações em 1 ano". Você faz parte da minha felicidade. Obrigada por me seguir e contribuir com seus excelentes, inteligentes e gentis comentários!
    Bjkas com muito carinho.

    ResponderExcluir
  2. Prosa mansa, regada a café quentinho com bolo de fubá. Tempo de recolhimento, família reunida preparando pra jantar.Doces lembranças, Laurinha.
    Obrigada pela força lá no fractais.
    Mil bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  3. Gostei do poema, e mais ainda da foto, me lembrou o quadro do pantanal que fiz.
    òtimo fim de semana,
    bjs netunianos

    ResponderExcluir
  4. Oi Laurinha
    Também vim matar as saudades deste blog que sempre nos remete a doces momentos.
    Prosa boa!
    Voltei aos tempos de infância.
    Deus abençoe seu dia.
    Bjokas

    ResponderExcluir